sábado, 22 de novembro de 2008

Bem-aventurados os humildes de Espírito



Bem-aventurados os humildes de Espírito. Mateus 5.1-3

- Baseado em Efésios 4.15, nosso desafio é o de crescer em tudo naquele que é a cabeça, Cristo. Crescemos em nossas vidas quando seguimos os ensinamentos deixados por Jesus, nosso amado Mestre.

O sermão da montanha contém os mais conhecidos ensinamentos de Jesus, e talvez os menos compreendidos e obedecidos.

Através deles, Jesus estabelece um novo sistema de valores pelo qual as pessoas devem viver, é um ensino que vai contra a cultura, na contra-mão da história.

- John Stott diz que neste sermão somos chamados a ser um povo diferente: "Nenhum comentário poderia ser mais prejudicial ao cristão que as palavras: Mas você não é diferente das outras pessoas" (J. Stott).

Ainda estamos ligados ao mundo e fazemos as coisas como o mundo faz.
- A primeira marca daqueles que são bem-aventurados - felizes, abençoados - é a humildade de espírito, são os que possuem uma consciência equilibrada de quem são e do que podem fazer, tendo a certeza de que:

1) Sua confiança está em Deus-
Precisamos esclarecer o verdadeiro sentido da expressão humildes de espírito ou de pobres (Lucas 6.20). Não se trata daquelas que possuem a falta de bens materiais (sou pobre, logo sou humilde).

A humildade não está ligada à nossa condição social, cultural ou financeira. Podemos encontrar pessoas muito cultas e ricas, porém humildes, e ainda pessoas sem nenhuma posse, mas orgulhosas em si mesmas.

É da humildade do coração que Jesus está falando, daqueles que, na aflição, confiam somente em Deus.

"Mas deixarei, no meio de ti, um povo modesto e humilde, que confia em o nome do Senhor" (Sofonias 3.12).

- O grande desafio da vida cristão é o de aprender a esperar em Deus e confiar que Dele virá o socorro (Salmos 121 e 131).

É comum muitas vezes sermos pegos querendo ajudar a Deus.
Quando as coisas estão difíceis temos sempre uma estratégia, uma pessoa influente para consultar, uma maneira diferente de fazer que irá resolver a questão. "Bom é aguardar a salvação do Senhor, e isso, em silêncio"
(Lamentações 3. 26).

- São felizes todos aqueles que entendem que podem confiar plenamente em Deus, seja qual for a circunstância, e se tornam como o monte Sião que não se abala, firme para sempre (Salmo 125.1).

2) Sua competência vem de Deus-
A humildade de espírito revela-se em nós quando permitimos que as palavras de Jesus em João 15.5 soem como música suave em nossos ouvidos: "... sem mim nada podeis fazer".

Uma oração que temos feito constantemente é a de João Batista quando afirma que "convém que Jesus cresça e que eu diminua" (João 3.30). Calvino diz que "Só aquele que, em si mesmo, foi reduzido a nada, e repousa na misericórdia de Deus, é pobre de espírito".

- Um bom exemplo deixado por Jesus está na parábola do fariseu e do publicano em Lucas 18. 9-14 "... todo o que se exalta será humilhado, mas o que se humilha será exaltado".

- Esta luta do ser humano é antiga, os discípulos por vezes foram flagrados em discussões como quem era o maior entre eles, e ainda quem iria sentar-se à direita ou à esquerda de Jesus.

A Bíblia fala da minha realidade e da sua. Ela não esconde as mazelas do ser humano, mas ela revela a suficiência da graça de Deus, até o ponto de Deus nos dizer como disse a Paulo: "A minha graça te basta".
- São felizes todos aqueles que entendem que sua suficiência vem do Senhor, e assim podem afirmar que tudo podem naquele que os fortalece (Filipenses 4.13).

3) Sua segurança é Deus-
Jamais serão desprezados aqueles que são verdadeiramente humildes de espírito, os que tremem de respeito e de obediência, que sujeitam sua razão, seus desejos e suas ações à Palavra de Deus. Isaías 57.15: "Deus habita com o contrito e abatido de espírito".

- Isaías 66.2: "Porque a minha mão fez todas estas coisas, e todas vieram a existir, diz o Senhor, mas o homem para quem olharei é este: o aflito e abatido de espírito e que treme da minha palavra".

- Em um avião, sentara-se ao lado de um passageiro uma criança de mais ou menos 7 anos de idade, trazida pela aeromoça, viajando sozinha. No meio da viagem ocorreu uma tempestade causando grandes e sucessivas trepidações.

Todos os passageiros ficaram muito assustados, exceto o garoto de 7 anos. O passageiro ao seu lado, preocupado com ele, perguntou-lhe se ele estava com medo e se poderia ajudá-lo.

O garoto disse que estava bem. O passageiro voltou-se ao garoto e disse: Não entendo como você, um garoto, sozinho, todos estão assustados e você aí desenhando num papel. O garoto respondeu: Não tenho medo não, porque MEU PAI É O PILOTO.
- São felizes todos aqueles que um dia entregaram-se ao Senhorio de Jesus e podem cantar "Que segurança, sou de Jesus...".

Conclusão

HUMILDE DE ESPÍRITO
Pobre em si mesmo
Reconhece sua pequenez e limitação
Sua suficiência vem de Deus
Percebe e surpreende-se com Deus
Em tempos bons, dá louvor a Deus
Em tempos difíceis, espera por Deus
Deus não sai de seus pensamentos
Entende a soberania de Deus
Alcança contentamento na vida
Modesto interiormente
Reflete o caráter da natureza de Cristo


SOBERBO DE ESPÍRITO
Rico de si mesmo
É teimoso em achar-se capaz e poderoso
É auto-suficiente
Ignora e rejeita Deus
Em tempos bons, dá louvor a si mesmo
Em tempos difíceis, entra em desespero
Deus não entra em seus pensamentos
Entende que é superior sobre os fatos
É insaciável
Arrogante interiormente
Reflete um caráter da natureza decaída

- Ao nos tornarmos humildes de espírito, sensíveis à orientação do Rei e submissos aos valores do Reino, descobrimos a realidade da promessa de Jesus: "Deles é o Reino dos céus". O reino de Deus não será apenas algo futuro, mas o viveremos desde o dia de hoje.

Pedro Leal Júnior

http://www.ipilon.org.br/v2/content/view/1148/183/

4 comentários:

adones@comentários-escriturísticos disse...

Pr D. Buriti, a paz de Cristo. Sempre aprendo algo novo ao visitar seu blog e ler seus comentários. Que Deus continue a le usar poderosamente. Amém? Paz.

Poste um comentário em meu blog e o que quier em "Examinando as Escrituras".

Alexandre Soledade disse...

Pr. Buriti, muito interessante seu artigo. Pelo Espírito Santo também tenho em meu blog um estudo sobre o sermão das bem-aventuranças. O endereço é: www.vencedoremdeus.blogspot.com
Abraço.

Maurilo & Vivian disse...

Parabéns pelo blog irmão. Continue escrevendo!
Deus o abençoe.

http://mauevivian.blogspot.com

Raniere Maciel Menezes disse...

Caro irmão, persevere em seus posts. Gostaria de ter seu e-mail para enviar estudos teológicos, no meu blog tem dois endereços, uso mais o gmail. Fica na paz!